Direto de Brasília – Junho

By 6 de junho de 2018Renato Riella

Carlesse e Vicentinho disputam no Tocantins

Os candidatos Mauro Carlesse (PHS) e Vicentinho Alves (PR) vão disputar o segundo turno da eleição suplementar para o governo do Tocantins no próximo dia 24.

Sete pessoas foram presas durante a eleição. Cinco das prisões envolvem políticos que ocupam algum cargo, sendo três vice-prefeitos e dois vereadores.

 

Eduardo Cunha é condenado de novo

A Justiça Federal condenou o ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (MDB-RJ), a 24 anos e dez meses de prisão por desvios na Caixa Econômica Federal.

A 10ª Vara em Brasília considerou Cunha culpado pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e violação de sigilo funcional. No ano passado, em processo da operação Lava Jato, ele já foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão.

Preços desafiam a

Petrobras este ano 

O presidente Temer confirmou Ivan Monteiro como novo presidente da Petrobras. Ele substitui de maneira efetiva Pedro Parente.

 “Nós continuaremos com a política econômica que tirou a empresa do prejuízo”, disse Temer. “Não haverá qualquer interferência na política de preços da companhia”, afirmou. No entanto, ele terá de levar em conta a insatisfação da população com os aumentos constantes dos combustíveis.

 

Jornalismo econômico com foco distorcido

Jornalistas respeitáveis afirmam, ao vivo, que “a Petrobras perdeu 70, 80, 90 bilhões num dia”. Má informação! A Petrobras teve queda momentânea do valor das suas ações, diante da revolta dos caminhoneiros. Mas, na volta à normalidade, essas ações devem recuperar níveis razoáveis.
Economia virou área mais popularesca do que futebol, onde costumamos usar os termos com mais propriedade.

 

Joesley paga multa por causa da delação

A defesa dos irmãos Joesley e Wesley  Batista, do grupo J&F, depositou em conta judicial R$ 11 milhões, que corresponde à primeira parcela da multa de R$ 110 milhões que está prevista em seu acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

O pagamento começou a ser feito mesmo depois de um pedido de rescisão da colaboração, feito pela Procuradoria Geral da República.

 

Mais 5,67% para a Bolsa-Família

O governo federal autorizou reajuste de 5,67% no valor mensal da Bolsa Família. O aumento começa a valer no dia 1º de julho.

O programa atenderá famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza, caracterizadas pela renda familiar mensal per capita de até R$ 178 e R$ 89, respectivamente. Hoje, esses valores são de R$ 170 e R$ 85, que beneficiam 13,8 milhões de famílias.

 

Registros sindicais sob muita suspeita

O Ministério do Trabalho suspendeu, por 30 dias, “todas as análises, publicações de pedidos, publicações de deferimento e cancelamentos de registro sindical”, que são executados pela Secretaria de Relações do Trabalho.

Haverá detalhamento das cartas sindicais emitidas ou recusadas nos últimos 30 dias, com o número de processo respectivo. Estão excluídos das exigências os processos com determinação judicial.  Espera-se que a corrupção no setor diminua.

 

Cartões de crédito com novas regras

Estão valendo novas regras do Conselho Monetário Nacional (CMN)  para o uso do rotativo do cartão de crédito. O destaque está para a limitação dos juros em atrasos e parcelamentos das contas no cartão, que deverão seguir as condições existentes no contrato de crédito rotativo regular.

Outro ponto é o fim da exigência de pagamento mínimo de 15% da fatura. Agora serão as instituições que definirão o percentual mínimo de pagamento.

E passagens aéreas não foram reduzidas

O preço das passagens de avião teve aumento real de 6% desde o início da cobrança pela mala despachada, há um ano. Companhias aéreas como a Azul já aumentaram a taxa de cobrança para malas de 23kg em 67%. A princípio, todas as empresas cobravam R$ 30 reais pelo serviço. Agora, a taxa chega a R$ 50.

Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) apontam que o preço médio de uma tarifa aérea no Brasil passou de R$ 333,35 em junho de 2017 para R$ 354,02 em fevereiro deste ano.

 

Vai começar a Copa. Onde está a torcida?

Pesquisas indicam que o brasileiro “não está nem aí” para a Copa do Mundo. Mas isso deve mudar quando a bola começar a rolar, no dia 14, nos estádios da Rússia.

A Seleção Brasileira estreia no dia 17, contra a Suíça, pegando um adversário dificílimo, que vem crescendo nos últimos meses. Neymar parece que está recuperado e é a nossa maior esperança.

Leave a Reply